instagram
Foi em Junho que deixei para trás uma época de exames chata, uma cidade agitada e uma Inês mais confusa. Voltar para casa sabe sempre a conforto, a macarrão, a Ice Tea de limão e à gente que a gente ama do coração. Passei a ter manhãs tranquilas, c…

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

Likes

Comments

instagram, personal
Abril foi intenso. Há muito tempo que não me sentia tão distante do blog e das redes sociais, em geral. Foi bom estar offline, sinto que me concentrei mais em mim mesma. Não que não o faça mas fi-lo mais regularmente. Pensei à séria naquilo que sou…

Likes

Comments

instagram
my dog, my twin brother my coffee, my plants one of my favourite friends + our favourite place in college in a favourite sunny day favourite nutella, favourite hands to photograph (of my twin brother) and favourite butter favourite songs, favourite…

Likes

Comments

instagram
A minha cadela é sempre a estrela do meu instagram , qualquer que seja o mês. Neste mês, esteve particularmente fotogénica e retratos não lhe faltam! Tinha a promessa de me dedicar mais a uma alimentação saudável em Fevereiro e, apesar desta quanti…

Likes

Comments

Foi um início de ano um bocado estranho. Surpreendentemente, não senti que o espírito #newyearnewme me tivesse invadido. E logo eu que sou uma miúda sonhadora, com constantes wishlists mentais e vontades, pequenas grandes vontades diárias, que me alimentam a alma. Acho que fiquei surpresa com a falta de entusiasmo que este novo ano me trouxe e perguntei-me várias vezes porque é que estava assim. 


e acho que descobri uma ansiedade bem escondida dentro de mim e ela tinha nome prazo
época de exames. dois meses.

Mas Inês, por amor de deus. Se todos os problemas do mundo fossem uma época de exames... acalma-te miúda.


Eu sei, eu sei. Mas olhem, há meses assim. Meses em que na balança dos sentimentos, a preocupação ganha peso suficiente. E foi o que me aconteceu. Felizmente, está quase quase a acabar e eu estou quase quase de volta...!
Falei-vos das coisas chatas e sem sal. Venham agora as coloridas, as saborosas...! Em Janeiro, as minhas manhãs foram produtivas. Com o despertador a tocar às nove, o pequeno-almoço teve que ser reforçado e alegre. Muitos foram os dias em que fiz a minha receita de panquecas de aveia, preparei um belo café e um sumo de laranja. 

Confesso que não tenho sido a pessoa mais saudável neste mês...! Com os exames à porta, uma mãe quase-Chef, isto torna-se mesmo muito difícil. E, por isso, em Fevereiro quero voltar a fazer exercício físico e a comer bem, como deve ser. O meu instagram também não foi a rede social mais atualizada de sempre, com muita pena minha. Vocês sabem que eu adoro registar momentos! E meses com poucos registos são meses aborrecidos.

Bem, aqui fica a reflexão mais chata na história do She. Fiquem desse lado. Fevereiro vai ser O mês! 

Move your blog to Nouw - now you can import your old blog - Click here

Likes

Comments


Outubro foi um mês de sol. E os meses de sol deixam-me esperançosa. Há qualquer coisa numa chávena de café e numa janela solarenga que me faz apaixonar pela vida. E é em meses assim que percebemos o que é importante: a nossa forma de estar. Não falo em "estar" de postura, de tentarmos ser meninas bonitas a tempo a inteiro. Falo da nossa forma de sentir, aquilo que vai cá dentro e, que na dose certa, se transforma na maneira certa de se estar.
Eu confessaria-me profunda, neste momento. E é verdade. Outubro fez-me entender que sentindo-me bem cá dentro, o mundo lá fora fica mais pequeno e acessível. E parecendo isto um pedacinho abstrato, a minha interpretação destas palavras faz todo o sentido, neste mês em particular. A vocês, só vos resta fazer a vossa :)
Foi entre um início de semestre bem levezinho e a passagem para uma batalhada de novos desafios semanais, que voltei às minhas rotinas. De estudo, de família, de amigos, de pausas para passeios, de viagens de comboio... Há sempre algo no fim do mês que me faz relembrar o porquê de a minha vida estar a ter certos contornos e, por isso, me lembrei há bem pouco tempo, de vos escrever isto. As saudades do blog eram gigantescas e, finalmente, consegui vir escrever-vos mais vezes.
Conheci dois lugares novos - a Fábrica da Nata  & a Mercantina -, e a minha vida mudou um pedacinho importante - adotámos a Buka! Descobri que tenho um estilo pessoal, coisa que há um ano atrás eu não saberia descrever. Aprendi a auscultar o nosso místico coração e agora já só ouço s1, s2, s1, s2. Passei mais vezes em casa dos meus avós, celebrei lanches com direito a leite e  pão com marmelada, que só a minha avó sabe preparar. Deliciei-me com o facto de o Diogo (aka meu irmão gémeo) estar mais vezes em casa. E a verdade é que cá em casa vive-se um momento bom: eu venho de fim-de-semana a casa mais cedo, o Diogo está cá a tempo inteiro e ganhamos um novo membro, que só tem amor para dar.

E foi assim que escolhi falar-vos de Outubro. Um mês não tem só coisas boas, como é óbvio, mas é excelente sinal de que tenham mais de 4 highlights positivos para contar, que no fundo vos façam esquecer tudo o resto. Maximizar o ótimo é a minha lição deste mês.

Likes

Comments

Em Setembro, enquanto todos iniciavam as suas rotinas, pude gozar ainda de alguns dias de férias. Só há cerca de duas semanas é que entrei ao trabalho, tive a oportunidade de fazer duas cadeiras optativas deliciosas, que me surpreenderam pelo leque de conhecimento que me acrescentaram. Uma porque me expandiu horizontes e outra porque me fez raciocinar. 

No meu regresso à capital, consegui visitar lugares novos - como foi o caso do cinema Medeia, no Saldanha, onde vi o filme Cartas de Guerra - e revisitar outros - regressei ao Choupana Caffé para experimentar A Sandes de Frango e o Sumo de Laranja, que recomendo muito para um almoço rápido e recheado! Além disso, estreei-me no Nicolau! E só posso pedir que mais semanas académicas terminem num sítio destes.

Setembro também teve dias frios... Que saudades tinha do meu apetite de chá. Mãos quentes, o relaxamento a dominar a minha mente e a minha série favorita de fundo. Podia resumir as minhas noites de Setembro neste parágrafo.

A nível de alimentação, foi um mês não. Quebrei aquela regra de me permitir ir apenas 1x ao Mc por mês e confesso que fui demasiadas vezes à Ribapão comer o meu croissant favorito... Estão a sentir a culpa, miúdas? Mas este mês vou corrigir com mais água e mais pequenos-almoços ricos em aveia e fruta, fica aqui a promessa!

Finalmente, vi o filme Inception e, além de um Leo genuinamente fabuloso, o filme conseguiu surpreender-me um bocadinho. Está ainda a roçar muito no ficcional, daí que não me atreva a dizer que é um dos melhores filmes que vi dele, mas está bom o suficiente para vermos num Domingo à noite, antes de mergulharmos numa semana de trabalho.

Para esta semana que aí vem, pretendo atualizar o blog mais vezes! Neste fim-de-semana, tive a oportunidade de rever algumas publicações de há um ano atrás e senti-me tão mais blogger, cheia de ideias e conteúdo para vos oferecer. É estranho dizer isto, mas a verdade é que me motivei com algumas partilhas minhas. Quero regressar, assim...! Mais Inês, mais aqui.

Likes

Comments

Fomos a uma exposição de fotografia e finalmente comprei um livro há muito desejado, do qual vos falei mais AQUI.
Comecei um bullet journal e apresentei-me, numa das primeiras páginas. A propósito disto, digam-me se seria interessante eu explicar-vos um bocadinho mais acerca do conceito bullet journal e partilhar convosco algumas páginas do meu.
Comecei uma nova #hashtag no instagram, denominada por #o_famalicao_incrivel, onde vou começar a partilhar bocadinhos incríveis da minha pequena cidade. Estes são alguns deles.

Organizei uma festa de Verão! É verdade... Fui uma verdadeira RP por uns dias e acho que tudo correu bem melhor do que estava à espera. Até direito a pulseiras de entrada os meus convidados tiveram. Foi bom saber que se Medicina não der.....

Foi Verão...! Os dias de calor, em Agosto, foram extraordinários. Ao tempo que não tínhamos uns dias assim, abafados. E a única solução que encontrei para eles foi a piscina cá de casa, que apesar de com o tempo, se tornar cada vez mais minúscula, ainda dá para refrescarmos. E claro, Agosto traz Domingos cheios da minha Nonó. :)

Este mês trouxe-me de volta ao meu café - que ficou em stand by por uns tempos, à conta da minha máquina de café cá de casa passar pela crise dos 2 anos - e trouxe-nos uma suspeita: Estará a Nina grávida? Hmmmm, é o que vamos descobrir, neste mês de Setembro.

Agosto foi assim mesmo: a gosto. Deu para aproveitar os bocados de Verão que me restam para completar a minha watchlist de séries e filmes que tinha para estes meses, assim como organizar a minha vida para o que aí vem: a faculdade, o 3º ano e Lisboa.

Espero que por aí, também tenham a sorte de entrar um bocadito mais tarde ao trabalho, tal como eu, que entro dia 19 deste mês! E claro, não me esqueço dos caloiros wannabe, que com certeza estarão muito aflitos nesta altura. Vai correr tudo bem! Está quase... :) Relaxem e aproveitem enquanto a vida não fica mais séria!

Likes

Comments



Um mês bom, de leve e entusiasmante que foi! Vou ser breve, porque assim Agosto o pede: preguiça e poucas palavras. Venham daí!

fui a Braga, 

 revisitei Lisboa e fiz um churrasco em nome do S.Pedro,


Joguei com o meu bronzeado e trouxe alguns (mais) tons pastel para o meu guarda-roupa. E que bem que eu me sinto nestes tons!

Tornei-me bem mais saudável, bebi mais água, comi melhores pequenos-almoços...

Portugal foi Campeão Europeu e o Diogo celebrou chorando. Fui ao primeiro festival da minha vida (leiam tudo aqui) e valeu toda a pena do mundo.


Fui de férias com o melhor grupo de sempre! E adorei. Vocês são os maiores. E poder festejar dias incríveis de Verão com pessoas assim está a tornar-se memorável.



 Vejo-vos em breve! Uma beijoca.

Likes

Comments


Junho veio com um presente: a minha época de exames. Entre viagens, muito estudo e alguma pitada de stress saudável, consegui estar com os meus amigos, conhecer novos sabores e, ainda, divertir-me. Se os dias de pijama com pantufa foram longos? Se esgotei o stock de café cá de casa? Se gastei o meu tinteiro todo? Sim. Tudo sim. Mas tudo certo. 

Venham daí!

COLLEGE //


Parte do sucesso, na época de exames, está sempre na forma como nos motivamos com pequenas coisas. As minhas motivações passam por ter uma caneca para o café bem giraaaaa, assim como ter um walpapper no pc que me diga: Vai com tudo, pá.

A primeira foto, apesar de parecer dizer Estamos a beber sumo de melancia no Choupana, está de facto a simbolizar o nosso fim de semestre. Eu e a Lips temos uma espécie de mini tradição. Todos os anos, quando a tortura acaba, o Choupana tem-nos para lanche!

THEM //


Muitas vezes me dizem que eu apareço pouco no meu instagram e, apesar de aceitar com carinho esse reparo, penso: A verdade é que eu estou em todas as minhas fotografias. Já repararam no à vontade, amor e ternura que se nota nos rostos de quem fotografo? Eu estou bem ali, em cada olhar e sorriso discreto.


HOJE É DIA DE FESTA! //


Dias de festa, em Junho, foram os dias em que a seleção jogava - e empatava, a medo! - e as festas populares da nossa terra. Famalicão festejou o Sto. António e eu fui festejar com ela. Cá, chamamos-lhes Os Toninhos e, nesta semana, a cidade vira parque de diversões, com carrosséis e belos gelados, a chamarem o Verão.

FOODIE MOMENTS //


Fiquei a conhecer as delícias da Camionete, que como o nome indica, é uma camionete que anda pelas cidades a vender petiscos, coisas de se comer na hora! Aprovei a limonada e a sandes de bifana. Uma maravilha.

Além disso, e falando agora de uma opção mais saudável, voltei ao GOMO! E ainda bem que o fiz. Provei, finalmente, os hambúrgueres. Aprovei o sumo de melancia (+ maçã e hortelã) e ainda o hambúrguer Dynamo. Aquelas batatinhas que ali veem são batata doce e aquele molho é maionese com alho. Uma combo irresistível!

MINHAS RICAS FÉRIAS!!!



Depois de um segundo ano loooooooongo, com uma época de exames mais tardia do que é costume, isto custou um pedacinho. Principalmente, quando o Sol começa a dizer-nos olá mais vezes e a piscina nos olha ao fundo, quase que parece tortura não largarmos os livros. Mas foi o que eu fiz! Sempre com o objetivo de que tinha que resolver tudo na primeira fase. E não me arrependo do marranço. Valeu a pena e hoje parece que passou tudo depressa, quando de facto, não foi bem assim. 

Fui, pela primeira vez, este ano, à praia e tenho-me submetido ao plano #FicarMorenaEm3Tempos e já noto qualquer coisita. Estou a ter as férias que mereço e sinto-me mesmo leve, descansada. Como se a vida durasse muito tempo e fosse uma coisa fácil, sabem? 

Perdoem-me os que ainda estão exames, mas tenho a certeza que não faltará muito para passarem por estes sentimentos bons. Desejo-vos a maior sorte e o mais importante: Não desmoralizar. Nunca. 
(ou então façam-nos por 4 segundos. E depois voltem a fazer algo por vocês mesmos!)



P.S: Aproveito para dizer que, se alguém estiver interessado, em esclarecer alguma coisa acerca da universidade, está à vontade para me consultar. Podem comentar aqui no blog ou até enviarem-me uma mensagem privada, se assim o preferirem, para a página de fb do blog.

Likes

Comments


Será este post real? Nunca pensei que pudesse voltar ao blog tão cedo como está a acontecer. A época de exames sacudiu-me daqui, mas também me trouxe de volta. Num mês que não parou nem um segundo, estas são as poucas fotos que não incluíam livros, mas sim pura felicidade: nas pessoas, nas comidas e em mim.


Não há nada que eu preserve mais do que os meus Sábados. E quando começam logo de manhã, com torradas e ovos mexidos e com uma das minhas melhores aliadas para as devorar - a Nonó! - o dia declara-se um sucesso. 

Um brinde à Nonó, por me fazer companhia nos dias mais longos de estudo... Salvas-me do tédio!



Em Maio, o Benfica foi tricampeão. E declarando-me pouco ferrenha, é espetacular ver a felicidade estampada na cara da minha família. A minha mãe delira, a minha avó então... é como se Deus tivesse descido à Terra para a conhecer pessoalmente. 

Quanto ao meu pai e ao Diogo, a história já não tem final feliz! Os meus pêsames para o vosso Sporting. Que quase quase. Só quase. Fica para o ano.



Maio foi mês de planear a comunhão da Nonó, que aconteceu no dia 5 de Junho (e me teve a mim como fotógrafa oficial do acontecimento!).

Foi também mês de saídas de Domingo, com direito ao papá, à mamã, ao Du e a mim... juntos... à mesa! Com tantas viagens para Lisboa e de Lisboa para cá, perdemos alguns momentos a quatro, que antes eram tão corriqueiros. São nas saídas de Domingo à noite que nos encontramos e tudo parece igual, de novo. Naqueles momentos, não temos exames para fazer, não temos viagens de três horas que nos 'destroem' domingos. N-a-d-a. Só nós, a bela da Coca-Cola (para mim, Ice Tea) e boa comida.


Por falar em boa comida, eis dois sítios que devem visitar em Junho:

1. Na bela da minha cidade, há um sítio com qualidade que não me canso de recomendar: o Dolce Peccato (que agora tem outro nome, mas é o mesmo conceito!). Falei-vos dele aqui e volto a dizer-vos que continua incrível. Desta vez, recomendo-vos o petit gateau. Acessível e saboroso. 

2. Na minha encantadora Lisboa, revisitei um outro cantinho - bem bem surpreendente - do qual também já vos dei uma palavrinha aqui. Desta vez, experimentei as bolinhas de frango. É uma espécie de nuggets, mas bem mais saboroso! E aquele molho a acompanhar ... #foodastic !


Por fim, falar-vos de Maio com comida e momentos felizes é trazer-vos uma bela fatia do mês. É aquela que eu gosto de rever sempre que algo mais chato se aproxima. Mas Maio foi bem mais do que sítios bonitos e vitórias clubistas. Este mês foi intenso. Assim como qualquer outro adulto, vi-me cheia de responsabilidades, exigências, datas-limite ... e tudo num curto espaço de tempo. Foram semanas academicamente exigentes. E eu soube vivê-las sem me queixar demasiado. Acho que às vezes aquilo que temos que fazer é simplesmente isso: é o que vai ficar feito e, de facto, não se deve pensar demasiado nisso, deve é fazer-se e pronto! Quanto mais cedo metermos isto no "disco rígido", menos nos queixamos e mais cedo as coisas ficam resolvidas. 

Na passada terça-feira, fiz a minha última oral de Anatomia. Foi um marco na história desta pequena estudante, que como qualquer outro estudante, detesta este tipo de exame. Depois de meses de estudo intensivo, depois de uma pré-semana intensiva, depois de uma manhã ansiosa e preocupada, entrei naquela sala de cara levantada e tentei fazer o que me competia. O resultado foi justo e sinto-me mais leve. Mesmo tendo ainda três exames pela frente, sinto-me de férias. Em modo Verão. 



Aiii como é bom estar aqui, a escrever tudo isto, neste mesmo teclado, em minha casa, com esta vista incrível do 24 Kitchen e com um belo almoço à minha espera. Desejo-vos um Junho mais calmo do que o meu Maio e muita força para todos aqueles que têm os exames nacionais à porta. Por muito que a minha vida agora me mostre mais aquilo que é de facto stressante, eu nunca me irei esquecer do quão difícil é estar desse lado. É difícil. Não parem. O Verão há-de chegar a seu tempo. Esforcem-se. Façam o vosso melhor. E no, fim, saibam que o fizeram para serem felizes. A maior sorte do mundo!

Likes

Comments


O quarto mês do ano. Só podia trazer um bocadinho de cor, novidade e desafio à minha vida. Vem ligeiramente tarde, apesar de já ter editado e carregado todas as fotos aqui no blog, no fim-de-semana passado. Mas os fins-de-semana em casa têm-se tornado muito curtos, com o estudo a acumular-se e o tempo a esgotar-se. 

Preparados para mais um mês de mim? :)



Com a luz natural a invadir os sítios por onde passo, mais foram as selfies. A estratégia é sempre a luz! Ou então o fundo... simples, idealmente branco até, para que o foco seja a face - ou então parte dela, como eu tenho por hábito fazer. Nestas fotos realço 1) o meu novo padrão favorito: riscas e cactos, 2) uns brincos irreverentes: dourados e em forma de coração, que apesar de serem bastante so-not-me conjugam lindamente com peças mais simples, como esta camisola que estou a usar, e 3) o abuso dos óculos de sol! finalmente, estou a usufruir dos óculos Mr. Boho, que ganhei num giveaway gentilmente cedido pela querida Sara Cabido.


Eles têm que estar. Sempre. Mesmo que eu não esteja. Mesmo que eu não esteja , eles estão sempre . E quando lá estou finalmente, de corpo e alma, só sei vê-los. 


Desde que entrei para a faculdade, que me tornei uma foodie saudável. Aposto sempre em sabores novos, rendi-me  aos legumes - que antes, para mim, eram impossíveis - e confesso-me mais "verdinha". Bons hábitos, com direito a umas belas sobremesas de vez em quando, mas tenho conseguido mantê-los, e a verdade é que me sinto cada vez melhor comigo mesma. 




Aqui há um mês atrás, eu diria-vos tão mal da beauty blender. Perguntava-me como é que algo tão caro e tão famoso tinha tanto sucesso 'não merecido'? Eis que comecei a juntar uma base da SHISHEIDO (e está mais que prometido falar-vos dela) à BB e juntas somos muito felizes. 

Beyoncé e limonada ... quem diria que estas duas bombas - bastante coloridas por fora e com capacidade para serem bem bem ácidas, por dentro - resultariam numa explosão nuclear? Se houve coisa que me fez parar neste mês foi este maravilhoso álbum. Ouvi música a música. Vi todo o álbum visual... e sorri no fim. Um trabalho extraordinário, com um mix de controvérsia e polémica à mistura. 

Café e chocolate! Mais precisamente, o meu típico café da Delta (nº10) e um chocolate preto com pepitas de amora (70% cacau) da marca Pingo Doce. A combustão perfeita para as minhas glândulas salivares.


Elas têm que incluir gordices, não é verdade? Este mês fiquei a conhecer coisas e lugares extraordinários. Poucas foram as vezes que saí, mas aquelas em que o fiz, levei a qualidade toda na boca!

Bubble Tea da MyIced, em Alvalade. Eis que descubro o chá gelado mais interessante deste planeta. Basicamente, vocês escolhem 2 sabores: um para o chá gelado propriamente dito (eu escolhi maçã verde) e um para as bolinhas que estão no fundo (escolhi as de maracujá). E depois a ciência está toda na palhinha, que tem uma abertura rigorosamente correta, para que as bolinhas a atravessem e rebentem - juntamente com o delicioso chá - na vossa boca. É uma coisa tão inesperada, mas tão relaxante... sem explicação possível.

O crepe com nutella e morangos, do Requinte. A minha cidade consegue sempre surpreender-me. O Requinte tem uma localização espetacular e tudo me diz que vai ser o sítio ideal para conviver com os meus amigos, neste Verão. Boa esplanada, belos crepes (com a massa fina, o chocolate quentinho e os morangos ótimos) e bela companhia, é claro. 

Por fim, os noodles! Confesso não ter ficado a maior fã do molho que os acompanhava, mas acho mesmo que não foi o certo. Adorei sobretudo a consistência e a facilidade com que se come uma coisa boa deixa-me sempre motivada.


FAVORITOS (poucos mas bons):
o filme Concussion, de que vos falei aqui
o filme HER, um pouco irrealista, mas suficientemente profundo para eu o adorar
a música "Hold Up", do novo álbum da Beyoncé
o início de Game Of Thrones! (ainda com episódios para ver, mas é um favorito imediato)

e todas as coisas fixes que eu tenha atribuído como 'ei que fixe, tenho que falar disto no blog' mas que, neste momento, não me estão a surgir.


Ba-bye! 

Likes

Comments


Ora aqui está uma bela forma de começar este post. Esta conta faz-me querer atravessar o ecrã do meu telemóvel e perguntar à Ingrid onde é que ela vai buscar tanta delicadeza e perfeição para as suas fotos terem este resultado. Têm os desfocos e focos certos, a cor ideal e são muito simplistas - bem como eu gosto! 

"If eating cake is wrong, I don't want to be right." me neither girl. ME. NEITHER.



Conheçam a Olivia Lopez! Uma latina fashionista que vai ser uma autêntica inspiração para mim, quando o bom tempo se estabelecer de vez. É só entrarmos no seu instagram, para sentirmos que, de repente, é Verão. 

É tão brutal a ideia de que "é sempre Verão em algum lado".



Esta conta conquistou-me, logo logo, pelo nome! Mas se forem percorrendo o feed, não são assim tantas as vezes em que o dito café aparece. Ainda assim, penso que o objetivo não é esse, mas sim encontrarmos tudo o que rime com café. 
E isto é tão simples e bonito, que mesmo que o nome da conta não seja propositado, fez-me pensar um bocadinho naquilo que, na minha vida, também rima com café (que é uma coisa que eu amo): é o chá, o chocolate, são as minhas adoradas massas... e tudo aquilo que me faz olhar para um outro tudo com uma beleza maior. (o meu 'about me' quase que é uma rima em si, ora vejam aqui na barra da direita)


Para finalizar, trago-vos a Andreia. Sabem aqueles blogs (e pessoas!) com imenso potencial que vocês só descobrem um bocadito depois de elas já serem incríveis? Foi o que me aconteceu com esta blogger. Sim, blogger! Talvez já a conheçam, mas para mim, é uma novidade. Escreve o blog GlimmerLeBlonde e tanto ela como a Mafalda Beirão - que eu rompo o nome, vezes e vezes sem conta! - são as minhas it girls a seguir. Tanto aqui na blogo, como pelo instagram. Elas são fascinantes e conseguem dar vida a um estilo que eu própria admiro. 

Foi graças a estas duas bloggers que eu me apaixonei pelos sapatos pretos que vos mostrei aqui. E, sinceramente, acho que pela primeira vez, encontrei uma "peça" que é a minha cara, sem que eu desse por ela, nestas duas décadas de vida que tenho. Fazem-me sentir "Inês". 

Likes

Comments


Março é sempre o mês de muito. apesar de ter 31 dias, sinto sempre que vivi mais do que isso. Entre o fim de estágio e início do semestre, algum tempo livre, a páscoa e o meu aniversário, muitas são as coisas que quero partilhar connosco. 
Cheguei 4 dias depois. E tudo porque Abril já começa a doer com entregas de trabalhos e avaliações constantes. Mas, por agora, fiquem com a brisa festiva de Março.


Cada vez aposto mais no meu visual. Sempre gostei de o fazer, mas sinto que agora o faço de forma consciente e começo a ter uma maneira muito particular de integrar a minha personalidade num outfit. O preto e o cinzento, bem como estes novos sapatos (que me deixam sinceramente feliz por existirem) têm feito parte das minhas escolhas diárias.



Aqui estão algumas das fotos que fui recolhendo ao longo de Março, que vos mostram diferentes sítios, mas a mim mostram-me estados de espíritos e relembram-me diferentes fases do meu mês. As duas mais clarinhas lembram-me os dias solarengos da primavera, que resolveu dar um oi e fugiu assim que pôde. As mais escuras lembram-me os fins de dia, o cansaço contente, a beleza do regresso a casa.

Sinto que este hashtag nunca falta nas minhas edições instagrámicas. #Eles são a cor do meu feed. Gosto tanto de os fotografar. A verdade é que, na maioria das vezes eles nem fazem ideia de que os captei. É tão natural eu estar com o telemóvel a registar tudo, que eles se adaptam a essa realidade e aliás, adoram-na. Só mais tarde, eu lhes mostro o resultado dessas fotos e eles ficam espantados com a ideia que atribuo ao momento e ao facto de eu ser uma autêntica ninja discreta no que toca a roubar-lhes uns flashes.


Este ano, celebramos os 20. Desde os 19 que pensava numa festa diferente, em que pudéssemos todos conhecer um novo sítio e acabar a noite a dançar. Mas muitos foram os contratempos - nomeadamente académicos - e, por isso, a festa acabou por ser uma repetição de uma boa tradição que mantemos entre nós. E correu lindamente! Apesar de ter acontecido 2 dias antes do nosso aniversário, o espírito de aniversário manteve-se e estamos muito gratos por termos os melhores amigos de sempre. São pessoas que nos fazem sentir especiais. E que nos conhecem há séculos. Sabem como somos, E brindam as nossas características. Dá mesmo para sentir que foram à festa por nós e que levaram o mesmo entusiasmo que nós para lá, A eles, um grande obrigada.


O aniversário. Parecendo impossível, conseguimos juntar a família numa segunda-feira e festejamos de uma forma simples, mas suficiente. O melhor bolo do mundo feito pela Mamã, as fotos tiradas pelo Papá e os meus avós e tios sempre sempre lá. Os melhores registos da minha vida nem sempre estão em fotografia, mas com eles estão, de certeza.



Este separador é também aqui muito falado: os lugares novos que conheci. Costumam ser mais lisboetas do que nortenhos. Mas não é que este tem uma pitada de cada um? Conheci o The World Needs Nata, em Famalicão, que por incrível que pareça tem como elemento principal a nata tipicamente lisboeta. Começou em Lisboa e agora percorre as diversas cidades. Recomendo tanto este sítio! As natas vêm quentinhas, o creme é definitivamente cremoso e tem um sabor incrível, a massa é estaladiça e não há muito mais a dizer de uma fórmula que é perfeita.


Depois de estágio, páscoa e aniversário, foi tempo de regressar ao trabalho. Regressei diferente. A verdade é que voltamos sempre motivados mal o semestre começa, porém sabemos que no fim, a coisa não é bem assim. Mas, desta vez, não foi só o início do semestre. Foram essencialmente os momentos do meu estágio que me fizeram ir para as aulas com o dever de aprender, de tirar experiência para a minha vida profissional. É difícil, nos primeiros anos de faculdade, perceber isto. São tantas as coisas que de repente têm que ser feitas em tempo limite, que nos esquecemos de aproveitar o curso. E assim que percebemos que temos que encontrar algum tipo de motivação nas matérias que aprendemos, eu pessoalmente sinto que fica mais fácil lidar com tudo. Mesmo que não se consiga perceber tudo, ir a todas as aulas teóricas, etc, é bom estarmos atentos ao essencial, àquilo que interessa de verdade. Aproveitem essas cadeiras ou esses capítulos e a faculdade fica menos "bicho de sete cabeças", garanto-vos.



De Março, podem levar ainda alguns F A V O R I T O S: 

Uma série nova aprovada: Mr.Robot
Um final de temporada aprovado: How to Get Away with a Murderer
Para rir.


Que Abril nos traga um tempinho melhor, que nos ajude a ultrapassar segundas-feiras. Tenham uma ótima semana!

Likes

Comments