Eu gosto de tantas coisas. Apaixono-me diariamente por pessoas que não conheço. Pessoas fantásticas. Coisas fantásticas. Vidas fantásticas. Acho que se chama inspiração. E eu diria que a inspiro - à inspiração - a tempo inteiro. Passo o dia a pensa…

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

  • 0 Readers

Likes

Comments

instagram
Outubro foi um mês de sol. E os meses de sol deixam-me esperançosa. Há qualquer coisa numa chávena de café e numa janela solarenga que me faz apaixonar pela vida. E é em meses assim que percebemos o que é importante: a nossa forma de estar. Não fal…

Likes

Comments

1. Bloom, da Estée Lalonde // Acho que não é novidade por aqui que adoro a Estée. É das poucas  youtubers  lifestyle que me dá sempre sempre vontade de acompanhar. Se há um vídeo novo no canal, é quase certo que eu vou premir o play, esteja num dia…
  • 0 Readers

Likes

Comments

1. Na Ponta da Língua, SALVADOR MARTINHA 2. Black Mirror, série recomendada por Salvador Martinha no Maluco Beleza e pelo resto da internet, recentemente! 3. Ali Wong, outro   stand-up comedy de Sábado à noite, para rir sobretudo acerca de nós, as …
  • 0 Readers

Likes

Comments










http://shop.mango.com/PT/p0/mulher/roupa/sobretudos/sobretudos/sobretudo-la-algodao?id=71017007_52&n=1&s=prendas


http://shop.mango.com/PT/p0/mulher/roupa/fatos-macaco-/compridos/macacao-cruzado-estampado?id=73075617_56&n=1&s=prendas.monos

http://shop.mango.com/PT/p0/mulher/acessorios/sapatos/botas-e-botins/botim-efeito-serpente?id=73027012_28&n=1&s=accesorios.zapatos


http://shop.mango.com/PT/p0/mulher/roupa/calcas/culottes/calcas-algodao-quadrados?id=71065544_09&n=0&ts=1477605848926

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

Likes

Comments


E o dia chegou...! A Buka apareceu na nossa casa neste passado domingo e eu não quero que ela saia daqui, nunca nunca mais.

É uma pequinois bebé, com apenas 2 mesinhos e com muita vontade de roer tapetes, esquinas de rodapé e, claro, pantufas!


Ela tem esta coisa adorável de fazer dos nossos pés um lar. Seja a hora do dia que for, a Buka vai estar, muito provavelmente aos nossos pés ou então a apanhar um belo solinho da sua caminha com uma manta tigress, de tamanha mini-diva que ela já é!


Já adora adormecer a ouvir o Diogo a tocar guitarra e o problema a sério é ela já não conseguir adormecer sem o Diogo...! Mas estamos a trabalhar nisso, ela tem mesmo de aprender a dormir na caminha dela.


Uma das coisas que mais me surpreendeu nela foi o facto de nos aceitar tão bem, sem filtros. Zero estranhezas. O estranho é estranharmos algo tão puro assim. Para ela, nós já somos família. Mesmo que ela ainda demore a perceber que ela é a Buka, ela já sabe que somos nós, que somos alguém bom. E isso enriquece-me o coração.


A nossa Bukinha - como já a chamamos cá em casa - é uma miúda quietinha, por vezes um bocadinho safada com aqueles caninos estratégicos, mas muito quietinha. É mesmo aquele bebé que come e dorme...! Um amor de menina.

Estamos rendidos, como podem ver! 

Likes

Comments


Praça dos Restauradores 62, 1250-110 Lisboa. 

No feriado de 5 Outubro, aquando da celebração da implantação da República, decidimos que deveríamos implantar uma outra coisa: a Fábrica da Nata.

E hoje trago-vos a Fábrica. De Lisboa até aí! 

E que tipo de Fábrica é esta? Não é! Mas parece. Logo à entrada, podem admirar uma bela esplanada, onde se podem sentar ainda hoje, caso o Outono não vos seja desfavorável.
Entrem mais um pedacito e dão de caras com uma coisa essencial, eu diria que até as paredes berram a coisa essencial: NATAS, NATAS & NATAS! À vossa esquerda, têm a oportunidade de ver o fabrico das natas, ali, na horinha...! "A saírem do lume" como diria a minha avó. E isto, apesar de ser um bocadinho desconfortável para o senhor que as está a fazer por detrás do vidro - calculo eu que não seja nada fixe estarmos a ser observados por humanos famintos, literalmente colados ao vidro - a nós enche-nos a alma de #superfoodie!

À vossa direita, vão então ser atendidos... e bem atendidos! Deixem-me que vos diga que saí de lá impressionada com a simpatia das pessoas.

OS MENUS |
Têm vários menus ao vosso dispor. Eu escolhi um que incluía um sumo de laranja natural, uma tosta mista e uma nata! Paguei 4e e pouco. Não achei caro. E estava tudo delicioso. Se me perguntarem: Qual é o "forte" da Fábrica da Nata? Eu vou dizer com toda a certeza: É a nata! Livrem-se de lá ir e não pedirem a nata. Pelo que tive a oportunidade de observar, a nata vem incluída em todos os menus disponíveis, eu diria mesmo que é o prato da casa: com um recheio macio, saboroso e a não fugir muito - eu diria nada! - do encanto das Natas de Belém. A massa crocante, quentinha e bem suave também. Estes dois componentes resultam tão bem, meu deus! Acho que dá para perceber o meu fascínio pela nata. E numa próxima ida, vou lá mesmo só para sentar, tomar um café e acompanhá-lo com 1 ou 2 natas.

Sim, sabiam que cada nata - individual - custa 1€? Se tiverem um euro solitário e, se por acaso, tropeçarem ali nos Restauradores, esta é a vossa deixa.

DESIGN | Como é óbvio não podia deixar de falar no espaço! Aliás, foi o espaço que me levou a ir até lá, para ser muito sincera. Já tinha espreitado uma ou outra foto no we are love addicts, e desde aí fiquei obcecada e soube que tinha que visitar o espaço. Tudo em tons vermelho, azul escuro e branco, com um espaço central a relembrar os salões antigos dos anos 80... É incrível estarmos lá dentro. E, sinceramente, super instagramable!

Aconselho-vos mesmo a irem até lá, nem que seja para provarem a dita cuja... ou então, para quem não gosta de natas, passar lá só para contemplar o espaço e tomar um cafézinho, rodeado de bons amigos.
Por fim, deixo-vos aqui uma travessa de natas acabadas de sair do forno. Considerem-nas vossas! E já agora, aproveito para vos desejar um belo feriado, excelente oportunidade para lá irem...parece-me. Tenho a certeza que não sairão de lá menos entusiasmados do que eu.




Likes

Comments

Quem disse que um dia de chuva não pode trazer ganga, sapatilhas e cores? Aqui está a prova contrária. Para este Sábado morrinhento, 4 looks nada aborrecidos!

Likes

Comments



Hello from the other side...!

A verdade é que parece que tenho estado mais do lado da faculdade do que do vosso. Hoje pretendo quebrar isso. Resolvi vir aqui pôr-vos a par de um pouquinho da minha vida. Acho que vos devo uma justificação para este long time no see, afinal já nos conhecemos há 3 anos... ou pelo menos é como eu gosto de pensar neste meu blog: uma mesa grande repleta de revistas de moda, opiniões, comida e o mais importante: pessoas! E não podemos faltar a encontros com amigos e não nos explicarmos, não é verdade?


Encontro-me agora no primeiro semestre do 3º ano de Medicina... conseguem acreditar?! 3º ano... quando ainda há pouco me queixava do montão de ossos e articulações que tinha que decorar! É difícil apercebermo-nos da passagem do tempo. Mais fácil fica pensar sobre isso: tenho 20 anos, faço aquilo que gosto e tenho a oportunidade de viver e estudar numa cidade que não a minha. Tenho chegado à conclusão de que tudo me aconteceu nestes três anos, mesmo que eu acusasse alguma "monotonia" na minha vida. A verdade é que tenho muita sorte em poder andar sempre cá e lá, o que significa estudar numa faculdade incrível à semana e voltar para casa todos os fins-de-semana, sem exceção. 

Tenho sorte. Tenho mesmo. 

E agora que Anatomia ficou bem lá para trás - e o medo das coisas que parecem impossíveis também! - estou pacífica. Tenho duas cadeiras que, apesar do intensivo estudo pré-aula que preciso de fazer para as entender, são deliciosas. Cada vez mais clínicas e, portanto, cada vez mais interessantes. Fisiopatologia tem sido uma das minhas preferidas, mas também não descuro de Introdução à Clínica em que, pela primeira vez, percebo alguns tum-tuns do nosso adorável coração. Deteto aquele sentimento de wannabe a doctor quando vestimos a bata branca e colocamos o estetoscópio ao pescoço, apesar de ainda um pouco imaturo, é interessante, de nossa parte. Parece que estamos a sê-lo, finalmente, passados dois anos de curso.

Mas não só de Medicina se tem feito a minha vida...! A verdade é que, quando volto a Famalicão, reúno-me com as minhas amigas que, à sexta-feira à noite - a nossa tão rotineira sexta - me fazem esquecer que eu estou longe na maioria do tempo. Elas trazem-me de volta àquela Inês de sempre. E isto faz-me bem. 

Além disso, tenho uma mega novidade...! A partir da próxima semana, na minha casa, passaremos a ser 5! E não, não vou ter um irmão. Mas vamos ter uma cadela!!! Depois de tantas promessas em pequenitos, de tantas desilusões de não podermos ter um animal porque vivíamos num pequeno apartamento, eis que chega a melhor coisa que nos podia melhorar as rotinas: a nossa Buka. Prometo trazer-vos aqui um post só acerca dela. Entre alguns cocós, xixis e chinelos roídos expectáveis, esperamo-la com muito muito amor!

Não saiam daí. Contem com mais blog nestas próximas semanas, sim? Ou pelo menos, tenham fé de que conseguirei vir aqui falar-vos de coisas bonitas - ideias não me faltam!


Likes

Comments


Há pouco visitei a H&M da Baixa-Chiado e, ao passar pela secção de acessórios, juro que me apetecia trazer tudo! Talvez tenha vindo a desvalorizar a H&M mais do que ela, de facto, merece. E a verdade é que encontrei lá um montão de coisas menos típicas, como por exemplo um anel prata em forma de leão, que apesar de parecer uma descrição um quanto ao tanto ridícula, a verdade é que ando há tempos a pensar na forma como poderia adquiri-lo e foi lá que o encontrei, finalmente! Inspirada por uma das minhas youtubers favoritas - Samantha Maria - aprendi a gostar destes anéis, que apesar de, à partida, parecerem excessivos, se forem combinados com um belo relógio preto/prata ou até mesmo este que vos sugiro da H&M - by the way, ao chegarem à caixa vão provavelmente esbarrar-se com a linda coleção de relógios digitais da loja! fiquei mesmo rendida ao bom aspeto/preço dos relógios - acabam por dar um ar mais finalizado e fancy ao nosso look diário.

Estes são os 5 itens que eu escolho para apimentarem qualquer look de terça-feira que vos esteja a parecer demasiado aborrecido! 

Quando penso na roupa que vou vestir no dia seguinte, tenho-me vindo a lembrar de um esquema solucionador, que é: apostar mais nos básicos - gangas, t-shirts lisas, etc - e decorar-me de acessórios relevantes, que tenham uma certa sincronia entre si! No meu pulso, não tem faltado um relógio e no meu pescoço, aquele lindo fio aliança, que está disponível em 3 cores: prata, pink gold & dourado!

Tenham uma ótima terça-feira, que só se espera melhorzinha, depois desta Lisboa caótica de hoje.

Likes

Comments



Recentemente, adquiri o serviço Netflix e estas são duas das séries que tenho acompanhado intensamente por lá! Sobre o serviço, uma rápida nota: não acho caro (o pacote mais dispendioso fica por cerca de 12 euros p/ mês), funciona bem; é rápido, apenas lança temporadas quando possui todos os episódios, de forma a que não fiquemos à espera do seguinte (o que, de facto, é uma #painintheass quando estamos a ver séries noutros servidores) e tem sempre legendas, bem coordenadas, bem traduzidas e, claro, a qualidade da imagem é 100% HD. 

Sobre as séries, só tenho a dizer coisas boas! Um aviso prévio: são viciantes. Algumas das razões pelas quais as devoro no fim de um dia de trabalho - ou mais do que devorar, no fim-de-semana, confesso! - estão nas imagens. 

H O U S E  of  C A R D S, para quem não sabe, é uma das séries favoritas dos membros do Capitólio e, assim que a começarem a ver, vão entender porquê. Aliás, um dos maiores fãs dela é o Presidente dos Estados Unidos. Mr. Obama... quem diria! O episódio inicial captou logo a minha atenção. Esperem por um personagem principal que vos vai falar diretamente, como se fôssemos um público real e presente na cena. Acho esse o maior highlight da série, para quem a vê pela primeira vez. 

A série fala-nos de um congressista - Kevin Spacey interpreta-o de uma forma exímia - que se vê traída pela "matilha" política. Verão como é servida uma vingança. Já vou na 2ª temporada!

O R P H A N  B L A C K, com a maravilhosa Tatiana Maslany! Esta atriz é o elenco inteiro. A série fala-nos de uma miúda um bocadito slumdog que, um dia, descobre uma pessoa igual a si. Sósia? Será? No. Try again. Não vos quero adiantar muito, mas só vos digo que a série aborda temas eticamente discutíveis e acabam por nos fazer pensar. Vou na 3ª temporada e confesso que o vício recente de House of Cards não me tem deixado evoluir muito nesta.

Que séries Netflix vos têm ocupado? Sem ser Stranger Things e Narcos :)

Likes

Comments

Bem sei que isto não fazia parte das minhas promessas #fit para Setembro, mas em Lisboa perdoo-me de alguns pecados... Nomeadamente este, o de Super Foodie! 

Para esta grande missão de encontrar o melhor hambúrguer "caseiro", venho já preparada com algumas experiências gastronómicas, entre as quais estão o Honorato, o Gomo, a Dona Maria Pregaria e o Munchie! Falta agora conhecer estas duas sugestões maravilhosas. 

Estou mais inclinada a experimentar o G R O U N D B U R G E R, porque a verdade é que não resisto às fotos do espaço interior que descobri no instagram! Parece uma hamburgueria super luminosa e, portanto, mais #photofriendly. Além disso, podemos encontrar assinaturas - sim, leram bem, assinaturas! - nas paredes do espaço. Autêntico, ha? Fiquei curiosa com o hambúrguer que adota o nome da casa - Ground Burger - que é constituído por cebola roxa, queijo cheddar, alface e molho especial Ground Burger. Já salivo.

O To.B espera por uma visita minha desde o ano passado, acreditam? É o facto de estar na Baixa que me leva a adiar a coisa! Mas assim que lá for, vou tentar escapar ao Mc dos Armazéns e provar algo novo. Já me falaram maravilhas deste hambúrguer. Resta comprovar a teoria de que este é realmente um dos melhores hambúrgueres de Lisboa.

Estavam a pensar que o feriado ia saber a pouco? Ora pois, ficam aqui estas duas sugestões gastronómicas, para desfrutarem ao máximo esta folguinha.

Likes

Comments


Eu sei que as segundas-feiras são chatas. E mais chatas se tornam quando não sabemos como encarar o primeiro dia da semana. Mas o que é que eu vou vestir? Ah, se eu ganhasse um euro por cada nervo que dispara em mim assim que é segunda-feira...!

Mas hoje venho salvar-vos dessa "branca" fashionista e, por isso, aqui ficam alguns dos looks de instagram mais possíveis de serem convertidos na nossa realidade. Longe das típicas fotos #fashionweeksomething, resolvi trazer-vos alguns screenshots que tinha guardados no meu telemóvel, para inspiração diária. O preto e a ganga predominam nas minhas escolhas de outono, são conjuntos bombasticamente fáceis, a meu ver. 

De todos os outfits, talvez me inclinasse mais para dois: o monocromático bege (da @missjoslin) e o #lifesaver preto + riscas clássicas (da @sazanhendrix) que eu alterava apenas nas sabrinas, por um belo par de mocassins preto.

Likes

Comments