portrait

O azul é dela. Sempre que vejo algo muito azul, lembro-me dela. Recordo-me dos seus cabelos loiros compridos, do seu bikini às riscas e da sua pele clarinha coberta de protetor 50 (coisa que ela detesta).

Sei-lhe a curva do sorriso, sei-lhe a veia do desconforto quando algo lhe dá cabo do juízo. Sei que ela ama rápido e sem porquês. Sei-lhe a simplicidade dos atos mas também a complexidade dos pensamentos. Para mim, ela é música brasuca passando na rádio, ela é tarde de Verão. Ela é pão com mostarda e panqueca com farinha e açúcar porque se a vida são 2 dias, então é bom que pelo menos 1 deles seja passado numa mesa de McDonalds.

O seu alarme é a badalada do meio dia. O seu escritório uma praia. O seu secador o vento. E o resto vem com o que o destino trouxer.

Ela ri em silêncio [antes de a conhecer não sabia sequer que isso era possível] e semicerra os olhos. Quem diria que uma gargalhada silenciosa nos faria tão bem à alma. A dela faz. Ela arranja sempre maneira de ver a fatia boa do bolo. Sabe confiar. Sabe voltar a confiar, que é coisa difícil. Sabe valorizar. Sabe ser a amiga de uma década.


🍉🐟 Patrícia. A minha alma solar. 💙

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

Likes

Comments