Ontem ficou aprovado em TODOS os estados dos U.S.A que o casamento entre pessoas do mesmo sexo passa a ser um acontecimento  LEGAL .  Um enorme grito de felicidade por aqueles que foram mais fortes reagindo do que estupidamente politicando. 

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

  • 0 Readers

Likes

Comments

E amanhã é dia de comemorar o meu regresso à terra! Há festa de S.Pedro na Póvoa de Varzim e eu vou estar lá. Vai ser perfeito para rever os amigos que há muito quero bem perto de mim. Um outro brinde ao melhor início de Verão de sempre!
  • 1 Readers

Likes

Comments

college
Recentemente fui convidada pela Carolina do Lucky 13 para participar novamente na sua belíssima rubrica Tempo de Antena. Falei  do meu curso de uma forma bem mais completa e fiquei feliz por o ter conseguido. Espreitem aqui . Após esse texto se ter…

Likes

Comments

college
Eu sabia que queria isto. E eu queria-o tanto. Não porque os meus pais mo impingiram. Não porque tinha boas notas. E muito menos porque um dia ia ser a Srª.Drª . Eu sentia-o. Acho que até, de certa forma, habituei-me à ideia de o querer. Sonho? Sim…

Likes

Comments




Segunda e última semana do estágio de enfermagem. Deixamos os cuidados intensivos e estamos numa enfermaria, com doentes mais independentes no que toca à tomada de banhos, por ex. Apesar de o estágio ser todo importante e não descurar de nenhuma das suas partes, hoje a minha segunda-feira começou de uma forma bem mais dinâmica. Consegui sentir-me mais útil e aprender coisas realmente práticas e simples nesta nova unidade de hepatologia em que me encontro. Medi tensões arteriais, glicémias (com aquela picadita no dedo) e ainda me deixaram tirar sangue! Estou oficialmente apaixonada por este estágio. E adoro a minha colega estagiária! A Maria do Carmo. É incrível quando nos apercebemos que estamos as duas a dar gritinhos de entusiasmo quando fazemos coisas diferentes, como por exemplo poder assistir a uma algaliação de um doente ou até a uma colonoscopia. Pois. Por muito minimais que sejam, nós ficamos verdadeiramente contentes pelas mini-vitórias de cada uma e isto não me podia deixar mais feliz. Sinto que sou uma sortuda no que toca às pessoas que me aparecem na vida e a Maria do Carmo está a ser um perfeito exemplo disso. Somos ambas empenhadas, encantadas pela profissão que estamos a escolher e não dizemos não a nenhuma tarefa nem tão pouco torcemos o nariz. Temos orgulho naquilo em que nos estamos a tornar e isso subentende-se nos nossos olhos assim que falamos do que fizemos no estágio durante o dia. Os únicos pontos mais negativos desta semana estão a ser apenas ver que doentes que lá estavam, aparentemente bem, já não estão mais. As camas vazias dão sempre um tom mais cinzento à alegria que queremos sentir. Mas tudo é passageiro. E aceita-mo-lo como tal. 

Posto isto, espero mesmo poder ter mais tempo e menos sono para deixar aqui no blog tudo aquilo que estou a sentir, bem como explorar mais um pedacito o que foi e o que está ser toda esta nova e gratificante experiência! Obrigada por me lerem e me acompanharem nas minhas pequenas conquistas. Todas as vossas mensagens têm sido incríveis e sinceras, sobretudo sinceras! E acreditem, a sinceridade é mesmo a maior qualidade que eu valorizo numa pessoa. Obrigada.

Design your blog - select from dozens of ready-made templates or make your own; simply “point & click” - Click here

Likes

Comments


1, 2, 3, 4. Quatro produtos que valem a pena ser lembrados aqui no blog, pela sua qualidade/preço.






1. BB Creme Anti-Idade BB7: É um aperfeiçoador de cabelo. Porque é que o amo? É simples! Com ele, deixei a espuma de lado, porque sempre achei que me endurecia os caracóis e não dava aquele aspeto mais leve e natural que eu queria que eles tivessem. Assim que o comecei a usar, percebi que tinha efeitos incríveis, tanto aplicado no cabelo molhado como no seco. O caracol começou a tornar-se mais flexível e o meu cabelo, na sua maioria, ganhou muito mais brilho. Além disso, sinto-o mais ondulado, mas com um acabamento mais liso, o que é perfeito para mim. Uso-o sempre depois do banho e antes de ir para a faculdade. Agora no Verão, começa a tornar-se mesmo essencial no que toca à moldagem do cabelo após a secagem natural. Os efeitos, para mim, são incríveis e facilitam-me as manhãs quando não tenho grande tempo para arranjos criativos. (aprox. seis euros, mas acho que na altura o apanhei em promoção no Pingo Doce)

2. Prestige Primed & Ready Face Primer: É a primeira vez que estou a usar um primer, por isso não vos sei dizer com precisão se será um dos melhores que por aí andam. O que eu sei é que a minha maquilhagem está cada vez mais duradoura e mesmo o acabamento da base é diferente, desde que tenho vindo a usar este produto. O único senão que começo a notar, nestes dias de calor intenso, é o facto de ser um produto um pouco oleoso. No Inverno, a minha pele ficava fantástica. Agora começo a notar que a maquilhagem apesar de durar imenso, não me tapa a testa super luminosa e para isto posso-vos recomendar um pó translúcido. Não sou muito fã deste último produto, porque quase que preciso de suster a respiração sempre que o uso, uma vez que é muito sensível e qualquer rajada de vento espalha o pó por todo o lado e, por isto, ignoro um bocado este passo, apesar de o achar fundamental na redução da luminosidade não desejada na pele. (aprox. 15euros, ofereceram-mo numa lojinha aqui de Famalicão, mas de certeza que o encontram muito mais barato à venda no Ebay ou até numa loja de cosmética que conheçam)

3. Age Defying Girodani Gold: Acho esta base incrível! Tem uma textura boa e uma cobertura ainda melhor. Sabem aquela coisa frustrante que acontece quando nós amamos uma base e passado umas semanas já não parece ser assim tão boa, porque de certa forma se adapta ao caos da nossa pele? Pois bem, com esta eu não vi isso a acontecer. Acho que encontrei o  Santo Graal. Esta é a minha base e não vai sair do meu estojo tão cedo. Tem SPF8 e um efeito anti-envelhecimento, porque nunca é cedo demais para começar a prevenir. Na realidade, eu não escolho estes produtos anti-aging, mas a minha mãe tem muito a tendência para o fazer, então quase todos os produtos que estou aqui a mencionar hoje são desse tipo! Mas pronto, concordo que até são uns dos melhores, porque são sempre menos agressivos. (14,95euros na Oriflame)

4. Cien Q10 Anti-Rugas Creme Noite: A Cien tem-me surpreendido bastante. É uma dita marca branca, que se encontra nos supermercados LIDL e que, por sinal, tem produtos fantásticos a preços acessíveis. O primeiro produto desta marca que experimentei foi um protetor solar e fiquei bastante satisfeita com ele! Este creme é muito bom no que toca a hidratar a pele antes de uma boa noite de sono. Às vezes temos que pensar em nós como flores e regar-mo-nos com estes cremes como se de água se tratasse. E a hora pré-cama é a melhor para a nossa pele absorver estes goodies. De manhã, sinto-me bem tratada, com a pele mais brilhante e aparentemente saudável e é assim que eu gosto de me sentir. Porque quem não se sente muito melhor quando gosta do que vê no espelho? Tenho também o creme para dia, não gosto tanto do cheiro mas os efeitos são similares! Pele macia e luminosa, sem espaço para oleosidades. Recomendo imenso esta descoberta. (no LIDL, por cerca de 3euros cada um)


Queria só salientar que eu não sou nenhuma especialista, esta é apenas e somente a minha opinião sincera acerca destes produtos que caíram de para-quedas na minha rotina. Não gosto particularmente deste tipo de post, porque parece-se sempre demasiado com publicidade e o meu objetivo não é esse. O objetivo é informar! Falar-vos de coisas que me facilitam o dia e me deixam aceitar-me como sou e mimar-me mais um bocadito. Espero que tenham gostado e deixem a vossa opinião, caso tenham um produto semelhante e revejam nele outros pros ou até contras! 

Likes

Comments



1. O meu segundo nome é Sofia.

2. Aconteceu o incrível e fui atropelada por uma bicicleta.

3. Nunca comprei um CD da Beyoncé, apesar de ser fã incondicional.

4. Um dos meus guilty pleasures é gostar das músicas da Taylor Swift.


Likes

Comments


Não há coisa que me preencha mais. As pessoas que amo e admiro. São as sextas que trazem os meus amigos de volta. São as sextas que nos juntam à mesa de jantar: a nós e às nossas vidas, postas em dia ao minuto. 



Nem todas as sextas nos permitem as reuniões. Mas quando há oportunidade, já sabemos o dia e a hora. E de certeza que vamos comer qualquer coisa não muito saudável. E de certeza que vamos acabar numa esplanada, a falarmos de tudo e de todos -  É a cusquice que faz de nós mais humanos, li eu no outro dia - e de quando em vez falamos mais de nós, chegamos mais fundo, descobrimos medos, desejos, projetos uns dos outros, eventuais amores, etc. 

É com as pessoas das sextas que eu quero ser sincera, que eu escolho sê-lo. Porque são elas que me dão o espaço e a tolerância para o ser. Porque são elas que por mais distância e tempo que nos separe, recusam-se a deixar que estas nos afastem. É incrível que todas as sextas sejam sempre quase tão boas ou melhores que as anteriores. Que se mantenham autênticas e que continuem a fazer sentido, sem silêncios desconfortáveis ou falta de tema. 

É à mesa de jantar que sabemos que nada mudou. É à mesa de jantar que eu sei que se estivesse afastada destas pessoas um ano, o sorriso delas quando me vissem de novo seria o mesmo de ontem. 
A verdade é que todos nós mudamos: gostos, maneiras de pensar e até de agir. Mas o que sentimos uns pelos outros é difícil! É muito difícil dissuadir o amor de amizade. Não é fácil vê-lo fugir. Por outro lado, é este amor que eu sinto que é um dos mais difíceis de ir embora pelo próprio pé. Não nesta altura, não com estas pessoas. O amor de amizade, mais que um sentimento, começa a ser um sítio confortável onde se pode entrar e sair sem grandes justificações e picuinhices. Cada vez mais acredito que a beleza da vida passa por estes sítios, exige-os até. E a nossa função é mantê-los assim: arrumados, respeitados e junto de nós.

As sextas são feitas de pessoas de primeira e eu estou grata por tê-las na minha vida. 

Likes

Comments



Já alguma vez ouviram a expressão "A minha vida dava uma série"? Pois bem. Imaginem mesmo como se sentiriam se descobrissem que tudo o que fazem, conhecem e experienciam faz parte de um cenário montado. O bom dia da vizinha do lado, o carro que passa na passadeira, o vosso trabalho, os colegas de trabalho e... até o(a) vosso(a) marido/mulher.

Tudo o que são e desde que o são foi captado por câmaras espalhadas pela vossa cidade. E sabem que mais? Toda a gente sabe que existe um reality show que transmite os vossos dias em direto, menos... vocês. 

O filme tem um conceito muito hipotético e um pouco existencial, até. Vale a pena ver, pela diversão da coisa. O Jim Carrey é isso mesmo. Pura diversão! Aviso-vos já que não é um filme super-mega-a-dar-tudo, como diria a Beatriz Gosta, mas vê-se muito bem, numa tarde com pouco para fazer. 

(6/10)

Likes

Comments



Com as férias já em caminho, eis que surge uma nova etapa da minha vida: o primeiro estágio.

Estágio? Já? A Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa merece todo e mais algum privilégio por alargar este tipo de oportunidades a alunos do primeiro ano. E eu sou, claramente, uma sortuda, por aqui ter chegado e por decidir que por aqui permaneço. 



E que tipo de estágio? O que fazes? O estágio que estou a fazer é um estágio de enfermagem. O que significa que o nosso lugar, enquanto mini médicos, é ficar num determinado serviço de enfermagem que nos foi atribuído aleatoriamente e acompanhar as rotinas dos doentes. Tudo isto implica vestir uma bata à doutor (como se já fôssemos alguma coisita) e andarmos identificados com o cartão da faculdade no bolso da mesma. Somos uma espécie de sombra que anda atrás do ombro do enfermeiro A ou B. E, para já, não fazemos muito, a verdade é essa. Mas o não fazer não implica, de todo, a utilidade destes dias. E isso deu para concluir muito acerca do dia de hoje. 



Hoje aprendi imensas coisas e sinto-me enriquecida, não sei explicar. O que recolhemos do ambiente da unidade, bem como dos próprios doentes, que possuem as suas próprias maneiras de dizer o que sentem. 

Enfermagem é mesmo trabalho de equipa. E a boa relação entre os enfermeiros faz das unidades um lugar bem mais confortável e seguro. Disso não tenho dúvidas. Hoje vi profissionalismo, amizade e boa vontade. Paixão. Felicidade. E mesmo, lá nas olheiras visíveis dos que trocavam do turno da noite, via-se empenho e alguma espécie de sentimento de dever cumprido. 
Acho que sou mesmo uma felizarda. Fiquei com dois enfermeiros super simpáticos e acessíveis. Que nos explicam as coisas de forma a que as entendamos mesmo e que são sinceros, sobretudo sinceros em relação às coisas boas da profissão, mas também das falhas que existem e que não podem ser ignoradas. 

Os médicos vão e vêm, medem uma tensão aqui e tentam falar um pedacito com o doente, mas a verdade é que as horas do dia são longas e essas são passadas com os enfermeiros, auxiliares e com as máquinas. Inúmeras. 

Ventiladores que tapam o olho azul a uma senhora que outrora respirou bem o ar puro dos Verões. Cateteres que cruzam os braços que outrora foram livres e pegaram no primeiro filho ao colo. Estes são alguns dos cenários que monto na minha cabeça, quando as máquinas apitam e enchem a sala de menos luz. Penso em quem foram, porque estão ali, como lá chegaram e para onde vão, se é que vão.




4 coisas que levo deste dia:

1. Hoje um doente chorou numa conversa que teve comigo e eu senti que queria chorar com ele. A emoção atacou-me de uma forma inesperada, mas só lhe disse que tudo era temporário e que ele tinha era mesmo de pensar naquela cama como uma coisa que ia desaparecer daqui a uns tempos. E ele, já com um brilhinho nos olhos: Pois é menina. Acho que foi mais forte que eu, na verdade.

2. Uma doente acordou e toda entubada começou a fazer a sua própria ginástica: abrir e fechar mãos, empurrar pés, uma autêntica festa! Só visto. As mulheres têm realmente a vontade de viver nelas!

3. Os médicos tiram sangue aos doentes. É verdade. Os enfermeiros, na unidade onde me encontro, não têm, de todo, essa função. E por isso, considere-se um mito que a função dos médicos não passa por estes biscates. (apesar de que sei de que em determinadas áreas, há mesmo médicos que se recusam a fazê-lo. vai consoante a vontade e a humildade de cada um)

4. Vi o banho de uma senhora e de um senhor e não me apoquentou. Tentei até ajudar no que podia e senti que desbloqueei um mini desafio que tinha dentro de mim.

Tinha que partilhar isto aqui. Sei que fico melhor quando o faço. E pode nem estar um texto muito bem elaborado, mas tinha que libertar alguns pensamentos deste dia num sítio onde fosse confortável fazê-lo. É claro que já entupi os meus pais com os pormenores mais caricatos do dia, mas aqui é diferente. Vocês sabem-no. Estou feliz.

Likes

Comments


Há por aí um pó bronzeador - o chamado blush dourado - e um batom de cieiro? Se sim, façam a dança de vitória porque esta é a dica de maquilhagem mais simplória e satisfatória que vos podia dar a conhecer. 2 passos para que as vossas rotinas matinais passem a ser mais rápidas e vos deixem com um sorriso na cara, com vontade mostrar o lipstick.


1. Hidratem os vossos lábios com o batom de cieiro - ou um outro qualquer que seja incolor e que adorem. (eu uso um azul da Baby Lips)

2. Com o dedo anelar apliquem um pouquito de pó nos lábios, bem por cima do batom de cieiro. 


Vão ver o efeito deusa grega a acontecer, nos vossos lábios. É o melhor batom que uso no meu Verão. Homemade e com um aspeto super natural. Tentem!


Likes

Comments



Como eu não sou uma mulher de 1 ou duas palavras, deixo-vos aqui um montão de sítios onde me inspiro, onde me rio e sobretudo para onde vou quando estou relaxada, no meu sofá, com a minha mantinha tigresa (até no Verão a uso, confesso). Ora cusquem lá.




 Pelo Youtube

Meredith Foster: Vejo-a pelos DIY's super simples e adoro quando faz os vídeos de rotinas. Acho que são os melhores. Além disso, assim como eu, tem também um irmão gémeo, o que me faz adorar as tags que fazem juntos porque me identifico muito com a relação que eles partilham.

Bethany Mota: É uma fonte de energia e inspiração. Ver os vídeos dela faz-me, definitivamente, querer ter um canal no youtube. 

Carli Bybel: A Carli faz maquilhagens extraordinárias. Acho-as um bocado inacessíveis para quem tem um leque de maquilhagem tão rudimentar como o meu mas gosto bastante de acompanhar a sua vida! Sou uma lamexas e adoro a relação que ela tem com o namorado, Brett.

Michelle Phan: Esta talvez mais conhecida por esses cantos. A Michelle é muito serena e faz parecer tudo mais bonito. Os seus vídeos são autênticas peças de arte. E a verdade é que os podia ver para sempre. Não há um único vídeo em que vocês pensem: "Nah, não vou ver porque simplesmente não me apetece vê-la a falar de um montão de roupas que não tenho dinheiro para comprar" NÃO. A Michelle é uma simplista e, na minha opinião, é a sua melhor característica, enquanto youtuber. Faz-nos perceber como brincar com a maquilhagem, sem perdermos horas e euros a mais com ela. 


Pela Blogosfera

Há uns tempos, fiz um post sobre 4 blogs que me inspiravam. Quero fugir um bocadinho a esses que já me são essenciais e dar-vos a conhecer novos cantos, também eles merecedores de um bom realce.

A Cinderella existe mesmo: A Cinderella deste conto de fadas é a Serenella. Conheço-a de outras andanças e acho-a adorável. Frequentamos o mesmo curso e a mesma faculdade e há bem pouco tempo, panicávamos com as mesmas angústias. Pois bem, a Serenella é nova por aqui e já encanta. Gosto da maneira como metaforiza as coisas que lhe acontecem, as lições que recolhe e a forma como me faz sorrir nalgumas ironias notáveis na sua escrita. Espero que te sintas bem recebida neste cantinho Serenella! Bem-vinda, de novo. Não tenho dúvidas de que é aqui, também, que ganhamos a quantidade de sensibilidade exata para um dia sermos melhores pessoas e, eventualmente, melhores profissionais.

Bobby Pins: Mas será que a Inês precisa de introduções? É claro que não! A Inês. Acho-a muito especial. Sabem aquela sensação que fica quando nos identificamos muito com uma pessoa que não conhecemos, mas que no entanto, até achamos que sim? É isso que sinto assim que entro no Bobby ou sempre que visito o insta da Inês. Confesso que existem poucas pessoas e bloggers como ela. Se há blog generalista e bem escrito, então esse blog é o Bobby Pins, sem sombra de dúvida! Fiquem de olho nela.

MontecarloNós mudamos de casa, mas a casa não nos muda, não é verdade? A A é assim mesmo. Voou do Hook Line para o Montecarlo, na busca de um início proporcional à fase da vida em que se encontra e eu não podia estar mais feliz por ela. Novos capítulos pedem sempre novas páginas e o que melhor do que um Romeu para as pintar de cor-de-rosa? Felicidades, A!

Last Minute Dreams: Para quem não gosta muito do típico post, cheio de texto de opinião e bla bla bla, então estão no sítio certo. O LMD é quase como uma montra de fotos que falam por si, seja de um novo produto ou de um sítio lisboeta super in, a Carolina atualiza-nos, dia após dia.


 Pelo Instagram

@fredaagomes pelo Doug

@joana_afonso pelos brunches

@peggybaklajan pela diversão

@justsayingirl pelas verdades


 Pelo Play Store

HydroCoach Não bebes água assim tantas vezes como sabes que devias? Esta app é perfeita para te chatear, de manhã à noite, com avisos cheios de quotes que te convencem de que a água tem mesmo benefícios.

SONGily Ainda és um bocado old fashion e queres mesmo ter aquela música espetacular no telemóvel mas já não sabes para que lado te hás-de virar para a baixar? Esta é a aplicação que te vai encher a playlist!

Facetune Tens uma selfie perfeita, no entanto, a microespinha ataca e tu queres erradicá-la para sempre? O Facetune faz parecer que ela nunca lá esteve. (usa a ferramenta 'suavizar' para o efeito)

Observador Havia greve e tu não sabias? O Bruce Jenner é uma ela e tu deixaste escapar isso? Como?! Baixa o Observador e descobre o mundo ao minuto. (é a minha aplicação favorita do momento!)



Likes

Comments


Teresa Sousa aka Da Chick é a personagem principal desta história. É portuguesa, ama Lisboa e o seu maior sonho é viver em Nova Iorque. 




Acompanhada pelos seus dançarinos gémeos, traz-nos um mix de funk, hip-hop, soul e rock.


Começou em 2009, mas só agora está a ter o realce que desejava desde aí. 

 
A música que ficou no meu ouvido.

 Acaba de sair um álbum fresquinho em jeito de estreia: o "CHICK TO CHICK" e a Chick promete voltar no Festival Super Bock Super Rock (17 Jul).

Deixo-vos com uma descrição da própria acerca do novo álbum:
“Uma Chick mais diva, confiante, colorida e funky. E uma outra Chick mais vulnerável e introspectiva, que discorre sobre coisas pessoais e dos seus receios também. Acaba por ser uma viagem entre essas duas Chicks – uma mais na terrena e outra mais aérea.”

Likes

Comments


12.6.15 // Famalicão em festa. Eram 21 horas e estava tudo já com olho nas marchas. Já chegaram? Quando chegam? Tudo à espera de as ver passar. E eu à espera de um só grupo: o grupo de Desporto Sénior. Mais propriamente, à espera de um só elemento: a minha avó.





A cidade vestiu-se de manjericos, cores vermelhas e verdes e de pessoas! As pessoas vieram para a rua. E a cidade que é normalmente pacífica virou um manto de alegria (e muita cusquice à mistura!)



Enquanto aguardávamos pela passagem da diva, tivemos ainda direito a assistir a um pequeno show de comédia. Algumas pessoas traziam bancos e queriam, de uma maneira ou de outra, ficar em sítios já ocupados. Então, houve ali uma espécie de batalha entre pernas de bancos e pernas de pessoas. Tem que haver sempre algum arrufo, se não a festa nem é a mesma!


E muita animação claro! A minha mãe e a minha tia têm aquela coisa que eu e o Diogo também partilhamos. Rimo-nos das mesmas coisas, pelos mesmos motivos e às vezes mais ninguém entende. Só nós. Sisters be like.


E foi assim que as marchas chegaram até nós! De rodas. 
As mulheres desviam o olhar, não se interessam muito por isto. Querem é ver a Rosa e a Manela que vêm lá ao fundo na marcha. 


Os homens, esses, avaliam a viatura, começam a dar palpites acerca do ano do carro como se fossem experientes na matéria e os julgamentos ficam-se por aí.














Confesso que estas meninas foram um dos meus grupos favoritos. Cheias de alegria, genica e carisma. Que é tão importante numa mini-pessoa. É caso para dizer: que riquinhas!


Aqueles casal de idosos à esquerda não participou nas marchas, mas certamente marcou a minha noite. Fiquei deliciada com a harmonia que partilhavam. E a disposição que certamente não coincidia com a idade que teriam. 



Estas meninas fizeram a abertura para a grande entrada em cena da minha avó. Estavam tão bonitas. A menina da frente até nos atirou um beijinho. Que doçura!


O melhor momento foi, definitivamente, a atuação da minha querida avó, que esperava por este dia como "pão para a boca", como se costuma dizer. Os olhos dela brilhavam e a voz dela ouvia-se bem ao perto e ao longe, cantava: Made in Famalicão! 
Eu que estive no backstage de alguns ensaios em casa da minha avó, adorei o dia em que ela me veio com uma cantiga repetida: Leide in Famalicão, Leide in (...) e eu ficava sempre com uma estranha sensação de que o refrão não era aquele! Ontem percebi finalmente que o leide in era afinal o made in. (Enfim, modernices.)

Deixo aqui um enorme orgulho na avó que tenho e na cidade onde vivo, que sabe assegurar oportunidades maravilhosas desde que nascemos até quando a vida deixa de ser tão mexida. A minha avó é feliz nestas atividades de grupo porque acorda, de manhã, com um objetivo. E isso não me podia deixar mais contente, emocionada e grata. Obrigada bó, por permaneceres autêntica.

Likes

Comments